Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Será o selfie stick o novo brinquedo sexual do sec. XXI?

01.06.15publicado por Gato Pardo

Talvez.

Ao que parece, a moda das selfies não era suficientemente global. Portanto, um grupo de iluminados do marketing juntaram-se numa sala, fumaram umas ganzas, beberam umas jolas e decidiram que havia que explorar o filão um bocadito mais. Vai daí, toca a criar algo que permita às pessoas tirar mais um zilião de fotos a juntar ao já trilião que tiram por dia à comida, ao gato, à relva a crescer, ao vizinho do 2º esquerdo que anda todo nu pelo rua às 3 da madrugada enquanto grita palavras de ordem da CGTP, whatever.

E qual foi a brilhante ideia?

Um pau.

Tenho alguns amigos que são os felizes detentores de um destes...hã...paus. E aquele sorriso aberto não engana. É como se aquilo fosse a prenda mais desejada no Natal ou a última bolacha do pacote. Admito que tenho amigos estranhos mas andarem por aí agarrados ao pau é levar a coisa a um novo extremo. Mas não se pense que isto é apenas um fetiche masculino. As mulheres que vejo com o...hã...pau na mão revelam uma destreza muito própria. Firmeza de pulso, quiçá.

Portanto, sim. O selfie stick conseguiu o impensável.

Eis um possível diálogo que pode vir a ocorrer num qualquer monumento perto de si...

 

- Já viste querido? A Torre de Belém. Tão gira...

- Espera, amor. Deixa-me sacar do pau. Vamos tirar uma foto.

- Não percebes nada disso. Dá-mo cá. É preciso ensinar-te tudo...

- Pronto, que mau feitio. Agarra-o bem, não o estragues.

- Caraças, não me entendo com este bicharoco. Espera, vou pedir aquele senhor. Olhe, desculpe. O senhor importa-se de agarrar aqui no pau do meu marido e tirar-nos uma foto?

- Mas se você tem o pau do seu marido, para que raio precisa de mim? O conceito não é serem vocês a agarrar no dito cujo?

 

Sou apologista de que quando lançaram isto no mercado, deviam ter criado um slogan bombástico tipo aqueles anúncios maravilhosos que invadem agora os canais portugueses.

Jovem, passas demasiado tempo agarrado ao pau? Não sabes o que fazer com ele? Aprendeste da pior maneira o significado da expressão "fricção excessiva" ou "queimaduras em 3º grau"? Gaiata, não tens um pau mas queres ter um? Nós temos a solução. Selfie Stick. Grab the stick and embrace yourself(ie)"

Pronto. E agora que destruí por completo o imaginário tecnológico de todos vocês, vou ali fumar um cigarro.